parceria+travessia+e+batista+vida.jpg

Fotos da Travessia

Dia 26 de Junho

Ação de Combate a Exploração Sexual 

Aeroporto de Confins - Belo Horizonte

Ato contra a exploração infantil, nesta quarta-feira (26/06/13), no Aeroporto de Confins, em Minas Gerais. A ação aconteceu das 9h às 10h30 e reuniu a Associação TRAVESSIA, o Conselho Tutelar de Santa Luzia e a Convenção Batista em um momento importante de campanha para o incentivo ao Combate a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.  Várias pessoas se solidarizaram com a campanha e se manifestaram a favor.

Dia 25 de Maio

Blitz Avenida Brasilia - Sta Luzia



A TRAVESSIA busca a sensibilização da sociedade através da informação e do estímulo à denúncia, garantindo a prevenção das situações de violência sexual de crianças e adolescentes e a necessidade de combatê-la em âmbito municipal. Por isso neste próximo dia 25 de maio realizará uma Blitz educativa na Avenida Brasília, as 10 horas. Junte-se a nós nesta campanha de amor!



O dia 18 de maio foi instituído pela Lei Federal nº. 9970/00 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.  A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES), uma menina de oito anos de idade foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta da cidade. O crime bárbaro chocou a opinião pública nacional e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, nome da vítima. Apesar de sua natureza hedionda, prescreveu impune.

Dia 17 de Maio

Abraço no Mineirão -

Ato simbólico em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, com o objetivo de divulgar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantojuvenil

A escolha do Mineirão para o ato se deu em função dos grandes eventos que o País sediará – Copa das Confederações/2013 e Copa Fifa 2014 – que deverão atrair grande número de turistas à cidade.

O dia 18 de maio foi instituído pela Lei Federal nº. 9970/00 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.  A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES), uma menina de oito anos de idade foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta da cidade. O crime bárbaro chocou a opinião pública nacional e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, nome da vítima. Apesar de sua natureza hedionda, prescreveu impune.

CARTAZ~2.JPG